Consultoria: Porque buscar ajuda de um profissional externo?

Contratar uma consultoria pode ser a saída para o sucesso da empresa

Contratar uma consultoria pode ser a saída para o sucesso da empresa

Existem muitos motivos para que uma empresa busque ajuda de profissionais experientes fora da sua equipe interna, que pode ser altamente capacitada, mas por vezes, não consegue enxergar o problema real. Isso acontece, e não é caso de incompetência, mas sim uma espécie de cegueira da rotina, ou mesmo falta daquele conhecimento específico.

A consultoria de um profissional experiente, com passagens exitosas por vários segmentos enfrentando os mais diversos fatores econômicos, sociais, de recursos humanos, na comunicação, em venda, na tecnologia, vem para dar o salto de qualidade que a empresa precisa em determinados momentos. Contratar um consultor não é jogar dinheiro fora, é investir para resolver o problema no mais curto espaço de tempo, ou até encontrar um novo nicho de negócios, uma oportunidade que trará novos lucros ao empreendedor, empresário.

Para ajudar você que pode estar encontrando dificuldades na gestão dos seus negócios, vão aqui algumas dicas em que um consultor pode e vai lhe ajudar para o sucesso dos negócios. Lembrando sempre que é preciso pesquisar o histórico do consultor, suas passagens, realizações, perfil, para que a sinergia com você seja a melhor possível. Vamos às dicas:

1) A comunicação interna não funciona, causando prejuízos ao clima interno, na motivação, e até no atendimento aos clientes e fornecedores

2) As novas tecnologias – internet, sites, blogs, mídias sociais, e-commerce, etc – exigem um olhar estratégico na decisão dos canais a serem utilizados

3) Há um horizonte novo, mas o planejamento estratégico está defasado e precisa de uma nova expertise para modernizar e dar o novo rumo

5) Falta rapidez no retorno de demandas e reclamações de clientes, necessitando uma nova ação de atendimento e manutenção da imagem

6) O conhecimento interno não é explorado devidamente, é preciso agir para motivar os executivos a produzir conhecimento e socializar com o mercado

7) É preciso manter os novos canais de comunicação com sociedade, clientes, fornecedores e outros, e principalmente o conteúdo da informação

E muito mais é possível obter com o apoio de profissionais competentes, experientes, vencedores e altamente responsáveis. Basta acreditar, pesquisar bem quem e o que você precisa, e até nisso pode ser útil a contratação do consultor: a elaboração do diagnóstico geral do negócio. Espero que tenhamos ajudado você nesta indecisão sobre ter ou não parceiros consultores em seu negócio. Estamos à disposição com nossos serviços.

* Escrito por Salvador Neto, consultor estratégico em comunicação, planejamento e gestão de comunicação, marketing, assessoria de imprensa, mídias sociais e conteúdo.

Imprensa: Jamais deixe de atender aos jornalistas

Atender a imprensa rapidamente é essencial aos negócios

Atender a imprensa rapidamente é essencial aos negócios e amplia valor da empresa ou organização

Um dos erros mais sérios para empresas, personalidades empresariais, esportivas, ou organizações sociais e não governamentais é a falta de transparência de seus atos, a inexistência de atendimento profissional da sua comunicaçao, e com isso, a inabilidade em se relacionar com os jornalistas que buscam a informação necessária para suas pautas. Normalmente isso acontece nas crises diante de problemas que empresas e negócios enfrentam – ambientais, trabalhistas, fotos inadequadas, declarações impensadas, entre outros. Normalmente a visão distorcida é que a imprensa e mídia em geral só desejam falar de erros em busca de audiência. Engano fatal.

notícia é um formato de divulgação de um acontecimento por meios jornalísticos. É a matéria-prima do Jornalismo, normalmente reconhecida como algum dado ou evento socialmente relevante que merece publicação. Fatos políticos, sociais, econômicos, culturais, naturais e outros podem ser notícia se afetarem indivíduos ou grupos significativos para um determinado veículo de imprensa. Geralmente, a notícia tem conotação negativa, justamente por ser excepcional, anormal ou de grande impacto social, como acidentes, tragédias, guerras e golpes de estado. Notícias têm valor jornalístico apenas quando acabaram de acontecer, ou quando não foram noticiadas previamente por nenhum veículo.

A “arte” do Jornalismo é escolher os assuntos que mais interessam ao público e apresentá-los de modo atraente. Nem todo texto jornalístico é noticioso, mas toda notícia é potencialmente objeto de apuração jornalística. Quatro fatores principais influenciam na qualidade da notícia:

– Novidade: a notícia deve conter informações novas, e não repetir as já conhecidas
– Proximidade: quanto mais próximo do leitor for o local do evento, mais interesse a notícia gera, porque implica mais diretamente na vida do leitor
– Tamanho: tanto o que for muito grande quanto o que for muito pequeno atrai a atenção do público
– Relevância: notícia deve ser importante, ou, pelo menos, significativa. Acontecimentos banais, corriqueiros, geralmente não interessam ao público

Portanto, quando um jornalista procurar você, sua empresa, buscando esclarecimentos sobre determinado fato que aconteceu, ou que poderá acontecer (fontes fornecem ao jornalista os fatos mesmo que você tente encobrir), não deixe de atender. Jamais negue informação. Nunca mande somente uma nota fria, principalmente sem qualquer contato pessoal seu ou de sua assessoria de imprensa. Aliás, profissionalizar a gestão da comunicação dos seus negócios é uma estratégia inteligente e estratégica. Uma crise de imagem mal gerida pode atingir o coração dos seus negócios.

Por isso seguem algumas dicas importantes que a Salvador Neto Comunicação oferece e pratica com seus clientes:

– Quando um jornalista telefona ou envia uma mensagem eletrônica solicitando uma informação ou entrevista, analise o tema e veja qual o profissional ou dirigente mais adequado a responder sobre o assunto

– Após identificar qual o porta-voz ou fonte mais adequada e preparada para falar sobre o tema, compreender a ocorrência e debater sobre, retorne ao jornalista indicando ao jornalista as formas de contato (telefone, celular, horários)

– Jamais passe contatos do especialista à imprensa sem antes consultá-lo, pois você deve deixar o mesmo à par da situação e da ocorrência, e também oferecer ao jornalista alguém que  efetivamente possa dar informações sobre o assunto e disponível.

– Sempre atenda o jornalista com cordialidade, rapidez e melhor, pessoalmente. Em casos extremos, se convoca inclusive uma entrevista coletiva com quem estiver mais preparado sobre o tema.

A Salvador Neto Comunicação tem mais de 20 anos de experiência em assessoria de imprensa e consultoria em comunicação estratégica, gerindo as mais variadas crises. Precisando dos nossos serviços, é só chamar!

* Escrito pelo jornalista Salvador Neto, diretor executivo da agência e profissional experiente na gestão da comunicação de inúmeras empresas e personalidades, especialista em gestão de crises de imagem e marketing digital.

O difícil garimpo da comunicação

Garimpar informações nas empresas ainda é grande desafio

Garimpar informações nas empresas ainda é grande desafio

As informações, pequenos detalhes do negócio, as negociações, conquistas, treinamentos, eventos, e muito mais, são ouro em pó para quem trabalha com assessoria de imprensa e comunicação, consultoria e marketing. Porque é a partir destes pequenos retalhos que se compõe muitas vezes a noticia que precisamos para construir conteúdos de informativos, sites, para fanpages, e nutrir a imprensa e mídia com o que acontece com nossos clientes. Mas para quem pensa que esse garimpo é fácil, está enganado.

Assim como em outras profissões, também no caso das agencias de assessoria de imprensa, comunicação, marketing, é um grande entrave conseguir amealhar esses fatos nas empresas e organizações. Na maioria dos casos, o empresário quer estar nas colunas sociais, de economia, negócios, ou dar entrevistas para os meios de comunicação. E pensa que somente contratando um assessor, agencia, já terá tudo isso. Ele participa do briefing inicial, define que o plano construído será executado, e depois se retira de cena.

Há que se ter um processo comunicativo permanente dentro das organizações. A vontade de expressar o que acontece internamente, as novidades de novos clientes, uma viagem a feiras, ou ganhos de qualidade, ou mesmo de produtividade, devem ser faladas, comunicadas, como se fosse a salvação do negócio. Porque isso tudo não só motiva o time que luta no dia a dia para a conquista de objetivos, mas mantem a coesão e o conhecimento de todos. E sobra para quem precisa: a assessoria de comunicação, que com isso produz a geração e distribuição dos fatos.

Confiança é palavra chave na comunicação. Não pode haver segredos entre diretoria e assessorados, porque saber de tudo e sobre tudo é estratégico para quem comunica e gere a estratégia de comunicação. Isso evita que possíveis crises sejam mortais, promove oportunidades onde parecia não haver nada que reluzisse como ouro. E fundamentalmente melhora e muito o atendimento a clientes e fornecedores, pois com uma equipe bem informada, há cliente bem informado, bem atendido. Isso representa sucesso da empresa.

Então, para que a empresa, o negócio ou a organização ganhem mais, é preciso abrir o mapa dos tesouros – os fatos, informações atuais, futuras e até que já passou – facilitando o garimpo dos profissionais de comunicação. Segredo é bom, mas para manter a concorrência desorientada, nunca seus assessores de confiança.

* Salvador Neto é jornalista, consultor em comunicação, especialista em planejamento da comunicação, diretor da agência Salvador Neto Comunicação. É editor do Blog Palavra Livre (www.palavralivre.com.br), apresenta o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET Joinville (SC) (www.babitonga.tv.br) e é profissional com mais de 20 anos de atuação na comunicação em diversos setores.